Inteligência Artificial e o trabalho: saiba como a IA impacta o ambiente corporativo

A Inteligência Artificial (IA) é a capacidade que uma máquina tem de aprender a diferenciar, interpretar e tomar decisões com base nesses aprendizados. Ao longo do tempo, a Inteligência Artificial e o trabalho no ambiente corporativo vêm construindo uma relação estreita com foco em melhorar a produtividade e trazer mais inovação para as empresas. 

Diversas soluções estão sendo criadas a todo instante e, hoje em dia, já é possível contar com uma infinidade de softwares que utilizam a IA, o machine learning e o deep learning para melhorar o atendimento ao cliente, suporte, tomada de decisão e outros aspectos das empresas.

Neste artigo, falamos um pouco sobre a integração da Inteligência Artificial e o trabalho, quais são as vantagens de fazer isso e muito mais! 

Inteligência Artificial e o trabalho: algumas aplicações

No ambiente corporativo, a IA pode ser usada de diversas formas. Veja alguns delas:

Contratações

Em processos de seleção e recrutamento, a Inteligência Artificial pode ser utilizada em softwares para otimizar a forma de avaliação. Além de tornar todo o processo mais rápido, o recurso ainda permite que a opinião pessoal do recrutador não seja tão relevante quanto o conhecimento e o fit cultural do candidato.

Organização

É possível utilizar a IA para ter mais organização no dia a dia dos escritórios por meio das assistentes virtuais, por exemplo. Elas podem fazer inúmeras ações que facilitam a vida dos executivos, como pesquisas, agendamento de reuniões, lembretes, ligações e muito mais!

Diferenças entre IA, machine learning e deep learning

Muitas vezes, as pessoas acabam confundindo os conceitos de Inteligência Artificial, machine learning e deep learning. Veja como diferenciar essas tecnologias:

Inteligência Artificial

A IA é aplicada aos softwares para que eles consigam coletar informações e interpretá-las por meio de seus algoritmos, independentemente da ação humana.

Machine learning

Já o machine learning é o processo de “aprendizado” dos equipamentos por meio dos dados. Quanto mais dados são coletados, mais conexões são realizadas e mais inteligente e autônoma a máquina fica.

Deep learning

Por fim, deep learning é uma vertente do machine learning. A diferença é que, no primeiro, o processo de aprendizado é feito de maneira linear, enquanto no segundo, é mais lento e feito por meio de camadas de dados.

Vantagens de aplicar IA no ambiente corporativo 

Algumas vantagens de aliar Inteligência Artificial ao trabalho são:

  • Diminuição dos custos de operação;
  • Redução de falhas humanas;
  • Otimização do tempo.

Outra vantagem do recurso é a possibilidade de medir a satisfação dos colaboradores. Isso pode ser feito por meio de pesquisas, assim como de indicadores e dados coletados pelos softwares de IA.

Como resultado, as empresas conseguem avaliar a satisfação dos colaboradores às suas necessidades por meio das informações obtidas pela tecnologia e, assim, fornecer soluções melhores, como redução da jornada de trabalho ou oferecimento de benefícios flexíveis, por exemplo.

51% das empresas que usam Inteligência Artificial tiveram lucro com a tecnologia na América Latina 

Segundo o estudo The Cultural Benefits of Artificial Intelligence in the Enterprise, realizado pela Boston Consulting Group (BCG), mais da metade das empresas que utilizam o recurso da IA tiveram resultados financeiros positivos nesse sentido.

Cerca de 7% dessas empresas sentiram um aumento elevado no retorno financeiro. Em um nível global, por volta de 11% das empresas indicaram que a tecnologia da IA proporcionou um lucro elevado.

Gostou do conteúdo? Continue navegando no blog da Flash para conhecer mais sobre benefícios flexíveis!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.