Como implantar a cultura de feedback na empresa

O feedback pode ser entendido como um processo de retroalimentação, ou seja, é o retorno mútuo de informações e percepções. Trazendo para o mundo corporativo, temos o feedback como uma importante estratégia para direcionar e motivar os colaboradores. Continue a leitura para saber mais sobre a cultura de feedback e como implementá-la!

A importância da cultura de feedback nas empresas

O que é cultura de feedback?

Quando uma cultura de feedback é implementada na empresa, os colaboradores são elucidados pelos seus líderes quanto à opinião profissional deles, sobre seus comportamentos, atividades e competências relacionadas ao trabalho que apresentam.

As empresas que conseguem desenvolver essa cultura tendem a ter processos melhores de diálogo, comunicação, correção de problemas e aumento de produtividade ao focar nos pontos fortes dos colaboradores.

Importância 

Atualmente, a cultura de feedback não é apenas uma característica da empresa, mas também uma estratégia que vem sendo adotada para melhorar o desempenho dos colaboradores. Enquanto eles são alinhados de acordo com os objetivos da empresa com os feedbacks que recebem, eles também se sentem seguros para opinar.

Quando os colaboradores conseguem dialogar, expor suas dúvidas, necessidades e ambições, a empresa flui muito melhor. Um exemplo disso, é a comunicação dos colaboradores sobre o pacote de benefícios.

Empresas que oferecem benefícios flexíveis podem ouvir o feedback dos colaboradores sobre os valores e as categorias escolhidas dentro do pacote. Isso permite que o RH – com a ajuda de uma solução flexível, como a da Flash – consiga adaptar os benefícios à realidade das equipes, fazendo com que o desempenho dos profissionais e a retenção de talentos aumentem.

Como implantar a cultura de feedback nas empresas?

Para implantar uma cultura como essa, é preciso começar pela abertura do diálogo entre colaboradores e gestores. Todos devem se sentir parte importante da empresa e terem a certeza de que serão ouvidos e respeitados, ainda que suas ideias não sejam viáveis em determinados momentos.

É interessante começar a trabalhar a empatia dos profissionais para que consigam ouvir pontos de vista diferentes dos seus e ainda assim tirar algum proveito da mensagem passada pelo outro. Isso pode ser feito por meio de dinâmicas, palestras e workshops, por exemplo.

Por fim, é muito importante treinar as pessoas que vão estar na linha de frente da empresa dando os feedbacks – nesse caso, os líderes da empresa. Assim, as lideranças devem ser incentivadas a dar feedbacks e a assumirem uma postura mais proativa nesse sentido.

Vantagens

Ao normalizar os feedbacks, os colaboradores não se sentem facilmente atingidos pessoalmente pelas críticas e aprendem que sempre podem melhorar o trabalho realizado. Ao mesmo tempo, um colaborador que recebe um elogio, e sabe que é reconhecido pelo seu trabalho sempre que consegue resultados positivos, tende a manter esse desempenho ao longo do tempo.

Por fim, vale ressaltar que uma cultura de feedback também propicia melhora ao clima organizacional da empresa. Com as críticas e elogios em mente, os colaboradores podem trocar ideias e se ajudar, construindo um ambiente de trabalho baseado em união e cooperação.
Se você gostou do conteúdo, continue navegando pelo site da Flash e descubra mais sobre benefícios corporativos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.