Tipos de benefícios sociais nas empresas

Para causar um impacto positivo na vida e no bem-estar dos colaboradores, muitas empresas optam pelo oferecimento dos benefícios sociais. Eles já fazem parte da vida de milhões de brasileiros e podem ser concedidos por uma obrigação legal ou livremente pelas empresas, aumentando, assim, a satisfação dos profissionais. Continue a leitura e saiba mais sobre os tipos de benefícios sociais nas empresas!

tipos de benefícios sociais

Benefícios sociais

Os benefícios sociais são oferecidos pela empresa por uma obrigação legal ou como forma de valorizar ainda mais os seus colaboradores. Eles podem ser entregues na forma de benefícios de saúde, mobilidade, alimentação, bem-estar ou relacionados à previdência privada, por exemplo.

Servindo como um complemento indireto à remuneração, esses benefícios são concedidos de forma parcial ou total. Um exemplo disso seria o auxílio-creche, que pode ser oferecido aos colaboradores para pagar o total da mensalidade da creche ou parte do valor, caso os pais optem por uma instituição mais cara.

Benefícios sociais nas empresas

Os diferentes tipos de benefícios sociais nas empresas, são entregues com diversas finalidades. Alguns deles são previstos na legislação, como é o caso do vale-transporte. Outros são oferecidos como forma de aumentar o engajamento, a satisfação e a produtividade dos colaboradores.

Ao utilizar boas soluções que realmente fazem a diferença na vida dos profissionais, como os benefícios flexíveis da Flash, por exemplo, a empresa também acaba promovendo o work-life balance, ou seja, o equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho do colaborador.

Tipos 

Os benefícios sociais podem ser classificados de acordo com os seguintes tipos:

Legais

Os benefícios sociais legais são aqueles que a Constituição Federal e a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) preveem. Alguns exemplos são o décimo terceiro salário, férias, vale-transporte e pagamento do Programa de Integração Social (PIS).

Espontâneos

Os espontâneos são aqueles que a empresa concede livremente, sem que haja uma obrigação legal para isso. Dessa forma, para valorizar ainda mais os seus colaboradores, algumas empresas oferecem bônus, bolsas de estudo e Auxílio Home Office.

Monetários

Alguns benefícios são pagos em dinheiro e registrados na folha de pagamento do colaborador, gerando o pagamento de encargos sociais. Alguns bons exemplos de benefícios monetários são aposentadoria, férias e financiamentos.

Não monetários

Por fim, os benefícios não monetários não precisam ser pagos em dinheiro e nem geram encargos para a empresa. Alguns deles são os horários flexíveis, disponibilização do transporte da empresa para ir e vir do trabalho e acesso ao refeitório da empresa.

Vantagens de investir em benefícios sociais

Existem diversas vantagens em fazer esse investimento, ainda mais se o pacote de benefícios for flexível e contemplar ainda mais as necessidades dos colaboradores. Veja as principais vantagens:

  • Aumento do engajamento e da produtividade;
  • Melhora do clima organizacional;
  • Redução do turnover (rotatividade);
  • Atração e retenção de talentos;
  • Favorecimento da marca empregadora.

Gostou do conteúdo e deseja saber mais sobre os benefícios flexíveis? Então continue no site da Flash!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.