Benchmarking no RH – entenda mais sobre o processo

O benchmarking é uma prática realizada há muitos anos, visando entender melhor os processos e as ações de empresas de um mesmo segmento. Ao fazer isso, novas práticas são aplicadas nas empresas, melhorando sua performance no mercado e elevando o nível do atendimento e dos produtos e serviços oferecidos aos clientes. Veja neste artigo tudo que você precisa saber sobre benchmarking no RH!

Entenda o processo de benchmarking

O que é benchmarking?

O benchmarking é uma estratégia utilizada pelas empresas para determinar quais são as melhores práticas e estratégias adotadas por outras empresas do mesmo segmento – ou seja, pela concorrência. São avaliados os pontos fortes das outras companhias para que algo semelhante possa ser aplicado na empresa em questão.

A estratégia não tem nada a ver com copiar outras empresas, mas sim avaliar e aplicar o que está dando certo no mercado, com as devidas adaptações e melhorias. 

Algumas formas de utilizar o benchmarking podem ser classificadas em:

  • Estratégia: o modelo de negócios é comparado para definir as melhores estratégias;
  • Processos: os processos são comparados para aumentar a eficiência do trabalho;
  • Desempenho: os resultados das empresas são comparados antes e depois de alguma mudança.

Como o benchmarking é aplicado no RH?

Dentro do setor de Recursos Humanos (RH), é possível aplicar o benchmarking para melhorar alguns processos, como é o caso da seleção e recrutamento. A análise das outras empresas pode indicar quais formas selecionar e avaliar os candidatos que estão resultando na redução do turnover e no fortalecimento da marca empregadora.

Além disso, também é possível fazer benchmarking em relação aos benefícios que as empresas concorrentes oferecem para aumentar a produtividade e atrair e reter talentos. Se as empresas oferecem soluções, como os benefícios flexíveis da Flash, por exemplo, e a sua ainda não faz isso, talvez seja hora de avaliar os resultados amplamente positivos que esse tipo de pacote de benefícios proporciona.

Como fazer benchmarking no RH?

Para que o benchmarking no RH seja aplicado com a finalidade de melhorar os setores da empresa, é preciso seguir alguns passos importantes. Veja quais são eles:

Planejamento

Deve-se planejar a estratégia com antecedência, avaliando as políticas e as boas práticas que serão utilizadas antes de começar a coletar os dados das empresas concorrentes. O planejamento deve contar com os nomes das empresas e dos processos que serão analisados.

Objetivo

Além do planejamento, é importante fazer benchmarking com um objetivo específico. Não vale a pena observar todos os aspectos de uma empresa de sucesso sem um foco. Se o objetivo é melhorar o desempenho dos colaboradores, o ideal é avaliar aspectos como a jornada de trabalho, os benefícios e o salário.

Coleta de dados

Ao coletar os dados das empresas concorrentes, é preciso seguir procedimentos éticos e transparentes. Tudo deve ser feito de forma legal, mantendo a confidencialidade de todos os dados e os armazenando com segurança para evitar vazamentos.
Continue no blog para saber mais sobre os benefícios flexíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.